Daily Calendar

sexta-feira, 19 de março de 2010

ANEMIA FALCIFORME


 Atualizado em 21/05/2014

DISTÚRBIO HEMATOLÓGICO 
LESÃO  CUTÂNEA







http://www.argentglobalnetwork.es?peppapi
Distúrbios hematológicos congênitos, como a hemofilia e anemia falciforme,
 provocam alterações da coagulação sangüínea, retardando o processo de cicatrização.
ANEMIA FALCIFORME
Trata-se de hemoglobinopatia hereditária que provoca a malformação estrutural 
da hemoglobina patologia deverá ser tratada adequadamente. 
Não obstante, sua evolução poderá apresentar ulcerações crônicas, 
principalmente em membros inferiores, 
decorrentes da hipóxia tecidual das extremidades distais com
tendências vaso-oclusivas.
TRATAMENTO TÓPICO
No tratamento tópico das lesões cutâneas poderão se empregados vários produtos,
 como, por exemplo: sulfadiazina Ag e nitrato de cério 
colagenase
 fibrinolisina 
ácido linoléico
ácido ricinoléico 
papaína
 hidrogel
PARA SABER MAIS...
Consulte o Livro do Feridólogo - Tratamento clínico-cirúrgico de feridas cutâneas agudas e 
crônicas do Prof. Dr. Luiz Claudio Candido (autor e editor), dezembro2006, Santos-SP
  

A doença tem origem na população negra, passa de pai para filho, e traz a destruição dos glóbulos vermelhos do sangue. A transmissão pode ocorrer em descendentes de negros, independente da cor da pele. Mas a ação do município contra a doença não para aí, a cidade terá ainda em 2010 um Centro de Referência em Anemia Falciforme.

Segundo o Ministério da Saúde, dados relativos a 2007 revelam que a doença atinge 30 mil brasileiros. Também informa que cerca de 3,5 mil novos casos são registrados no Brasil todos os anos. Além disso, o índice de mortalidade infantil entre as crianças com anemia falciforme é 2,2 vezes maior que a taxa de mortalidade infantil, de acordo com a Universidade Federal de Minas Gerais. Na Serra há 60 casos conhecidos da doença.

Referência – A ação da Prefeitura da Serra não se resume apenas à promoção do Seminário. Ainda em 2010 será criado um Centro de Referência sobre o assunto na rede municipal. Serão atendidos pacientes encaminhados pelas outras unidades da rede. Para isso, a Serra começa neste mês a qualificação de 50 profissionais de obstetrícia e ginecologia em Anemia Falciforme. Ainda neste primeiro semestre, também começa a qualificação de todos os profissionais da área médica da rede municipal de saúde.
Saiba mais:
A Doença
Anemia falciforme é uma doença que passa dos pais para os filhos e altera os glóbulos vermelhos; é mais frequente na população negra e seus descendentes, mas ocorre também em brancos e não é contagiosa. Os portadores necessitam de cuidados especiais de saúde, desde a infância.
Filhos de duas pessoas com traço falciforme (o gene que leva ao problema) podem nascer com anemia falciforme, daí a importância de fazer exame (eletroforese de hemoglobina) do futuro parceiro.

Sinais e sintomas
Crises dolorosas, com dor em ossos, músculos e juntas. associadas ou não a infecções, exposições ao frio, esforços etc.
Palidez, cansaço fácil, icterícia (cor amarelada, visível principalmente no branco do olho).
Úlceras (feridas) nas pernas.
Nas crianças pode haver inchaço muito doloroso nas mãos e nos pés. Pode haver também sequestro do sangue no baço causando palidez muito grande, às vezes desmaio e aumento do baço, configurando emergência.
Maior tendência a infecções.
Cuidados básicos
A crise dolorosa sempre requer orientação médica. As crises leves poderão ser tratadas em casa com bastante líquido, remédios para dor e repouso, após avaliação do seu médico.
Em caso de febre procure assistência médica para tratar a infecção o mais rápido possível.
A palidez súbita em crianças é sinal de emergência. Procure o Pronto Socorro mais próximo.

Nenhum comentário:

Postar um comentário