Daily Calendar

quarta-feira, 5 de outubro de 2011

CÉREBRO

Cientistas conseguem reproduzir imagens gravadas no cérebro

Técnica pode abrir caminho para leitura de pensamentos e ajudar pessoas incapazes de se comunicar
Por Redação, Atualizado: 3/10/2011 2:58
Imagens mentais reproduzidas no computador ainda não são idênticas às originais

Cientistas da Universidade da Califórnia desenvolveram um método que recria imagens de um filme vistas por pessoas a partir do que fica gravado no cérebro delas.

Isto significa que as imagens mentais processadas a partir das experiencias visuais reais dos indivíduos foram capturadas e reconstruídas em formato de vídeos digitais.

O experimento tem o objetivo de ajudar pessoas com dificuldades de comunicação, mas, no futuro, poderá reconstruir até nossos próprios sonhos em uma tela de computador.

“Este é um avanço enorme rumo à reconstrução de imagens internas. Estamos abrindo uma janela para os filmes de nossas mentes”, disse o professor Jack Gallant, neurologista da universidade e um dos autores do estudo, publicado na revista americana "New Scientist”.
Fonte: msn tecnologia

Por enquanto, o processo só conseguiu recriar o que as pessoas já viram combinando imagens por ressonância magnética e padrões informáticos.

Os pesquisadores monitoraram três pessoas que assistiram por horas a diversos trailers de filmes enquanto um aparelho de ressonância magnética gravava o fluxo de sangue que fluía através do córtex visual do cérebro delas.

As leituras foram colocadas em um programa de computador, que se encarregou de dividi-las em pixels tridimensionais chamados voxels (pixels volumétricos), recriando as imagens do cérebro dos candidatos em um monitor de computador.

O vídeo abaixo mostra o resultado do experimento, com a imagem real à esquerda, e o vídeo recriado com o uso da técnica à direita.

Apesar de não serem idênticas às originais, as imagens recriadas mantêm uma semelhança assombrosa com as reais e abrem um novo horizonte para entendermos o funcionamento do cérebro humano.

Nenhum comentário:

Postar um comentário