Daily Calendar

sábado, 8 de outubro de 2011

QUEIMADURA

KIT PARA QUEIMADURA EM EMBALAGEM PLÁSTICA



Ref.:6570
01 - 02 Unidades
COBERTOR TÉRMICO ALUMINIZADO 2,10 X 1,40
02 - 02 Rolo
ATADURA DE RAYON-7,5 CM X 7,5M
03 - 02 Unidade
Gaze Vasilinada 7,6 X 7,6
04 - 02 Peça
Protetor para Queimaduras 1 X 1 CM
05 - 10 /Unico Par                           LUVA CIRÚRGICA ESTÉRIL

MANUAL SIMPLIFICADO PARA O USO DO KIT DE QUEIMADURAS


REF.: FP 6570 E
1) COMO RECONHECER A QUEIMADURA:
a) Pele vermelha na área de queimados (1º grau);
b) Presença de bolhas e desprendimento de camadas da pele (2º grau);
c) Dor intensa no (s) local (is) queimado (s) (1º grau);
d) Necrose de tecido (3º grau);
e) Perda de sensibilidade na área  necrosada, com danificação de tecidos mais profundos (3º grau);
2) CUIDADOS INICIAIS:
a) Procurar interromper o contato da vítima, com o agente lesivo (térmico, químico ou elétrico);
b) Assegurar a vítima a manutenção básica da vida;
c) Proteger com bastante cuidado a vítima e suas lesões de outros agravos durante o transporte;
d) Fazer uma avaliação das condições de segurança do local. Antes de atender, verificar se não há necessidade de remover a vítima para local seguro;
e) Identificar o tipo de queimadura através de médicos ou de testemunhas;
f) Pela avaliação inicial, procurar assegurar a vítima as vias aéreas permeáveis (respiração e circulação);
g) Observar com atenção se não há traumas. Se houver, deverá ser dado atenção a coluna vertebral e a fratura.
3) PROCEDIMENTO USUAL PARA ATENDIMENTOS DE QUEIMADURAS E TÉRMICAS
a) Interromper a reação de calor, resfriando a vítima com soro fisiológico ou água bem limpa, na temperatura ambiente;
b) Retirar as vestes com delicadeza, sem arrancá-las, procurando cortá-las com tesoura. Não arrancar o tecido se estiver aderido à queimadura. Apenas resfriá-lo com soro fisiológico;
c) Retirar das extremidades do corpo, anéis, pulseiras, jóias ou relógios, antes que o membro fique prejudicado e a retiradas destes, fique impossibilitada;
d) Avaliar as regiões do corpo acometidas, a profundidade da lesão (queimaduras de primeiro, segundo ou terceiro grau) e a extensão da lesão através da porcentagem da área atingida, usando se for possível, as regras usuais da palma da mão de "regra dos nove";
e) Caso haja acometimento da face (queimaduras de pele, cabelos ou pelo do nariz e das pálpebras), haverá possibilidade de que a vítima tenha inalado fumaça ou gazes. Neste caso, é necessário especial atenção as vias aéreas e respiração, fornecendo oxigênio por máscara, cobrindo os olhos da vítima com gaze umedecida em soro ou água limpa;
f) Proteger as vias queimadas com protetor de queimaduras e eviscerações (plástico próprio para tal) e bandagens limpas;
g) Se a área afetada envolver as mãos ou pés, separar os dedos com pequenos rolos de gaze umedecidas em soro fisiológico antes de cobri-los;
h) Cobrir a vítima com material descartável e por cima deste, colocar Cobertor Térmico Aluminizado, mantendo a temperatura do corpo.
4) PROCEDIMENTO USUAL PARA ATENDIMENTO DE QUEIMADURAS QUÍMICAS
a) Antes verificar se a vítima está em contato com o agente agressor, (no ambiente, nas vestes ou na pele), e protege-la de sua exposição (luvas, óculos e vestimenta de proteção) e havendo possibilidade identificar o agente agressor.
b) Retirar as vestes da vítima que estiverem impregnadas pelo produto e lavar a pele com água corrente, abundantemente. Tempo mínimo: para produtos ácidos 05 minutos para álcali 15 minutos;
c) Sendo o produto seco (agente agressor), na forma granulada ou pó, retirá-lo manualmente sem friccionar, usando pano seco ou escova. Lavar o local com água corrente no mínimo por 05 minutos para produtos ácidos e 15 minutos para alcali.
d) Se suspeitar de liberação de gases, ministrar oxigênio por máscara à vítima.
5) PROCEDIMENTO USUAL PARA ATENDIMENTO DE QUEIMADURAS NOS OLHOS (SUBSTÂNCIA CORROSIVA)
a) Deitar a vítima "decúbito dorsal" (de costas), com a cabeça deitada para o lado atingido;
b) Pedir ajuda a outra pessoa, para segurar firmemente a cabeça da pessoa nessa posição;
c) Verificar se não houve trauma;
d) Segurar com delicadeza, mas com firmeza, separando as pálpebras do olho a ser tratado;
e) Derramar soro fisiológico ou água corrente, por intermédio de um recipiente com bico, em operação lenta e contínua (mínimo de 20 minutos). Esta irrigação se faz do centro para o canto externo do olho;
f) Após, proteger o olho afetado com um pedaço de gaze embebido em soro fisiológico.
6) PROCEDIMENTO USUAL PARA QUEIMADURAS POR RADIAÇÕES:
(COMUMENTE CHAMADAS DE OLHO DO ARCO VOLTÁICO, CEGUEIRA DE NEVE OU OLHO DE SOLDADOR)

Quando houver exposição aos raios, os sintomas se apresentam após algum tempo e são:
a) Violenta dor local;
b) Lacrimejamento;
c) Avermelhamento;
d) Intolerância a luz (fotobia).
Assim aplicar abundantes compressas de água ou soro fisiológico sobre os olhos e procurar centros oftalmológicos ou hospitais especializados.
OBSERVAÇÕES IMPORTANTES:
a) As vítimas com queimaduras podem apresentar choque hermodinâmico ( disturbios de perfusao em geral). Se ocorrer, o transporte é na posição e "procedimento de transporte de vítima em estado de choque";
b) Se a vítima estiver com fogo nas vestes, role-a no chão e envolva um cobertor em seu corpo, começando da parte do pescoço em direção aos pés;
c) Se for diagnosticado queimaduras por produtos secos, NÃO utilizar água ou líquidos, antes de retirá-los, pois poderão dissolvê-los, aumentando a área de contato com o agente, produzindo queimaduras mais intensas;
d) NÃO furar bolhas, e nem passar qualquer produto não orientado, tais como pomadas, produtos caseiros, etc;
e) As queimaduras por produtos de energia atômica, é necessário roupas e procedimentos especiais não tratados neste. O socorro será efetuado por membros da comissão de resgate de acidentados por átomos.
   

Nenhum comentário:

Postar um comentário